top of page

Posso beber álcool enquanto uso antibiótico?

Atualizado: 5 de abr. de 2022

Você já desistiu de beber uma cervejinha no final de semana enquanto fazia tratamento com antibiótico? Ou já escutou que usar antibiótico ajuda seu corpo a ficar resistente? Existem muitas dúvidas sobre o uso do antibiótico. Confira aqui no texto o que a ciência responde sobre esses dilemas.

Quer ir para alguma parte específica deste artigo? Basta clicar em qualquer um dos tópicos:


Você já pensou em produzir conteúdo para Internet? Escrevemos um E-book 100% gratuito com diversas ferramentas perfeitas para isso. Aproveite!

Como o antibiótico combate as bactérias?


As bactérias são seres vivos unicelulares (formados por uma única célula), de tamanho microscópico e com núcleo sem organização definida. Existem vários tipos de bactérias e aquelas, conhecidas como bactérias patogênicas, causam doenças prejudiciais à saúde.


Então, para controlar a proliferação de bactérias patogênicas nas células infectadas são utilizados antibióticos, que podem ser do tipo: bactericida ou bacteriostático. O primeiro tipo causa a morte das bactérias e o segundo inibe o crescimento delas.


Antimicrobianos são substâncias capazes de inibir o crescimento de microrganismos patogênicos, como bactérias, fungos e vírus.


Os antibióticos são antimicrobianos que atuam sobre as bactérias, impedindo seu crescimento e consequentemente, amenizando os sintomas de doenças bacterianas. Dessa maneira, eles exercem um papel muito importante para a saúde pública.


Que tal ter em suas mãos o passo a passo de como produzir as principais peças para o Instagram? Baixe o Manual prático para criar post, stories e reels no Canva 100% gratuito!


O que a ciência diz sobre o uso do antibiótico?


São frequentes as dúvidas sobre o uso do antibiótico durante o tratamento, mas nem todas as respostas encontradas pelos pacientes estão de acordo com os estudos científicos. Considerando isso, vamos usar a ciência como aliada para responder a alguns desses dilemas.


Usar antibiótico repetidas vezes aumenta a resistência do organismo?


O uso contínuo desses antimicrobianos não deixa o organismo do paciente mais resistente às bactérias. Pelo contrário, as bactérias podem se tornar resistentes com o uso indevido e repetido de antibiótico.


A resistência ao medicamento ocorre quando a bactéria se modifica ao longo do tempo e consegue sobreviver à seleção do antibiótico. Então, essas se reproduzem e geram outras bactérias resistentes ao medicamento.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) declarou em 2019, que a resistência antimicrobiana é uma ameaça global. Pois a falta de um medicamento eficaz pode prolongar o tempo de doenças, aumentar a taxa de mortalidade e de internações hospitalares.


Entender os conceitos dentro da biologia são muito importantes para os alunos. Confira nosso glossário COMPLETO da biologia com centenas de termos.


Posso tomar bebida alcoólica enquanto uso antibiótico? Meio-Verdade!


Muitas pessoas acreditam que misturar álcool com antibiótico é prejudicial para a eficácia do medicamento, além de ser tóxico para o organismo. Porém, as evidências que explicam esse senso comum são fracas e questionáveis.


Atualmente, existem diversas pesquisas que apontam que a maior parte das interações entre álcool e antibióticos:

  • não reduzem a absorção do antibiótico;

  • não diminuem a eficácia antimicrobiana;

  • não desenvolvem toxicidade.


Porém, também existem casos em que a interação entre álcool e antibiótico deve ser evitada. Como as duas substâncias são metabolizadas no fígado, se este sofrer lesões por causa da alta quantidade de álcool consumida, pode ocorrer prejuízo na eficácia e na absorção do antibiótico. Além disso, a mistura pode causar a reação do tipo dissulfiram.


A reação do tipo dissulfiram ocorre quando o antibiótico inibe a enzima (proteína que aumenta a velocidade da reação química) responsável pelo metabolismo do álcool, gerando o acúmulo de uma substância tóxica no organismo. Essa reação é caracterizada por sintomas como: náuseas, dor de cabeça, fraqueza, convulsões, entre outros.

Portanto, o álcool pode ser consumido com segurança durante o tratamento com antibiótico, desde que em quantidades moderadas. Mas atenção, converse com o médico que prescreveu o antibiótico e leia a bula do medicamento para se certificar que as bebidas alcoólicas não irão atrapalhar o tratamento com o antimicrobiano.


Para você professor


Para auxiliar você professor a planejar sua aula, damos exemplos de habilidades que podem ser desenvolvidas com seus alunos baseadas na BNCC (Base Nacional Comum Curricular), a partir do uso deste texto como material de apoio.


Ensino Fundamental:


(EF04CI07) Verificar a participação de microrganismos na produção de alimentos, combustíveis, medicamentos, entre outros.


(EF04CI08) Propor, a partir do conhecimento das formas de transmissão de alguns microrganismos (vírus, bactérias e protozoários), atitudes e medidas adequadas para prevenção de doenças a eles associadas.


(EF07CI09) Interpretar as condições de saúde da comunidade, cidade ou estado, com base na análise e comparação de indicadores de saúde (como taxa de mortalidade infantil, cobertura de saneamento básico e incidência de doenças de veiculação hídrica, atmosférica entre outras) e dos resultados de políticas públicas destinadas à saúde.


Ensino Médio:


(EM13CNT104) Avaliar os benefícios e os riscos à saúde e ao ambiente, considerando a composição, a toxicidade e a reatividade de diferentes materiais e produtos, como também o nível de exposição a eles, posicionando-se criticamente e propondo soluções individuais e/ou coletivas para seus usos e descartes responsáveis.


(EM13CNT304) Analisar e debater situações controversas sobre a aplicação de conhecimentos da área de Ciências da Natureza (tais como tecnologias do DNA, tratamentos com células-tronco, neurotecnologias, produção de tecnologias de defesa, estratégias de controle de pragas, entre outros), com base em argumentos consistentes, legais, éticos e responsáveis, distinguindo diferentes pontos de vista.


Quer saber mais? Visite nosso Instagram e consulte nossos posts sobre o efeito do álcool no nosso organismo e sobre porque misturar álcool com energético pode ser perigoso.


Escrito por: Paloma Dune

Revisado por: Mateus Bispo


Referências bibliográficas:


FARIÑA, Luciana Oliveira de; POLETTO, Graziella. INTERAÇÕES ENTRE ANTIBIÓTICOS E NUTRIENTES: UMA REVISÃO COM ENFOQUE NA ATENÇÃO À SAÚDE. Visão Acadêmica, [S.l.], v. 11, n. 1, may 2020. ISSN 1518-8361. Disponível em: <https://revistas.ufpr.br/academica/article/view/21359/14081>. http://dx.doi.org/10.5380/acd.v11i1.21359.


GUIMARAES, Denise Oliveira; MOMESSO, Luciano da Silva; PUPO, Mônica Tallarico. Antibióticos: importância terapêutica e perspectivas para a descoberta e desenvolvimento de novos agentes. Quím. Nova, São Paulo, v. 33, n. 3, p. 667-679, 2010. Available from: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-40422010000300035&lng=en&nrm=iso>. https://doi.org/10.1590/S0100-40422010000300035.


MERGENHAGEN, Kari A.; WATTENGEL, Bethany A.; SKELLY, Megan K.; CLARK, Collin M.; RUSSO, Thomas A. Fact versus Fiction: a Review of the Evidence behind Alcohol and Antibiotic Interactions. Antimicrobial Agents and Chemotherapy. Feb 2020, 64 (3) e02167-19. DOI: 10.1128/AAC.02167-19


Mitos e verdades sobre o uso de antibióticos. Coop.br. Disponível em: <https://www.unimed.coop.br/web/cascavel/noticias-unimed/mitos-e-verdades-sobre-o-uso-de-antibioticos>.


Resistência antimicrobiana é ameaça global, diz OMS. Agência Nacional de Vigilância Sanitária - Anvisa. Disponível em: <https://www.gov.br/anvisa/pt-br/assuntos/noticias-anvisa/2019/resistencia-antimicrobiana-e-ameaca-global-diz-oms>.

Posts recentes

Ver tudo

2 comentarios


Felipe Engler
Felipe Engler
06 abr 2021

Muito interessante o texto. O problema do álcool, como a maioria das drogas é o abuso né? Acho que o grande desafio é que as pessoas não enxergam o álcool como uma droga potencialmente danosa ao organismo, talvez por isso criou-se esse mito de misturar álcool com antibiótico, porque se dizemos que não há prejuízo elas podem entender como um incentivo a beber, e como dito aí no texto, ambas são processadas pelo fígado, então pode sobrecarregá-lo. Enfim, muito informativo o texto! Adorei!


Me gusta
Paloma Dune
Paloma Dune
12 abr 2021
Contestando a

Ficamos feliz por saber que você gostou do texto! 😄

A reflexão que você trouxe é muito interessante, e de fato, é melhor que o consumo de álcool seja moderado em todas as ocasiões. No Instagram do PB temos um post sobre o efeito do álcool no organismo.

Me gusta
bottom of page