top of page

O que é Potencial Biótico?

Atualizado: 10 de out. de 2022

Potencial Biótico é um termo que se refere à capacidade reprodutiva dos organismos, sendo eles animais, plantas, fungos, dentre outros, além de estar relacionado com as condições necessárias para o desenvolvimento das espécies. Neste artigo, você vai descobrir quais os conceitos básicos para que possamos melhor entender o potencial biótico e como ele ocorre.

Quer ir para alguma parte específica deste artigo? Basta clicar em qualquer um dos tópicos:



Você já pensou em produzir conteúdo para Internet? Escrevemos um E-book 100% gratuito com diversas ferramentas perfeitas para isso. Aproveite!


Dinâmica de populações


Antes de saber o que é potencial biótico, é necessário compreendermos um dos conceitos que é muito presente em estudos da Ecologia: a dinâmica das populações, a qual estuda o quanto uma população, indivíduos de uma mesma espécie, ocorre e varia nos ecossistemas e procura definir as causas dessas variações.


A dinâmica de populações, dessa maneira, está relacionada com as relações estabelecidas entre organismos, principalmente ao que se refere às cadeias (relações necessárias para a sobrevivência, por meio da busca de energia através da alimentação e teias alimentares (conjunto de cadeias alimentares interligadas).


Por exemplo: com a morte de tartarugas-marinhas devido ao consumo de plástico (grande problemática), há um aumento da população de águas-vivas (presas das tartarugas) variando, desta forma, na quantidade de indivíduos destas espécies no local (ocorrência).


Além disso, para se realizar estudos de populações, é importante entendermos a densidade de populações, que se refere à quantidade de indivíduos em uma determinada área, ou seja, o tamanho da população em relação a uma região.


Geralmente, para calcular a densidade de populações, divide-se o número de indivíduos ou a biomassa da população (quantidade de matéria orgânica com finalidade de produção de energia) pela unidade de área ou de volume.


A densidade pode ser expressa, por exemplo, em número de indivíduos por quilômetros quadrados (km²) para populações terrestres, ou metros cúbicos (m³) para populações aquáticas.


Ademais, há alguns fatores que podem influenciar diretamente a densidade. Logo, também interfere na dinâmica de populações, assim como seu potencial biótico. É o caso da:

  • Imigração: indivíduos provenientes de outras áreas que entram na população;

  • Emigração: indivíduos que saem da população;

  • Natalidade: taxa de indivíduos que nascem em um determinado tempo;

  • Mortalidade: taxa de indivíduos que morrem em um determinado tempo.


Em tese, as taxas de natalidade e imigração aumentam a densidade da população, enquanto que as taxas de mortalidade e emigração diminuem. Dessa forma, a população pode entrar em equilíbrio quando a soma da taxa de natalidade com a de imigração for igual à soma da taxa de mortalidade com a de emigração.


Crescimento Exponencial e Logístico


Outros dois conceitos muito importantes para termos conhecimento antes de adentrarmos no quesito potencial biótico, é o crescimento exponencial e o crescimento logístico.


Esses dois modelos de crescimento, resumidamente, podem ser representados pelos gráficos abaixo, de modo que facilite nossa compreensão sobre o crescimento populacional na natureza sem que precisemos analisar fórmulas:


Entender o crescimento populacional de uma população é fundamental para compreender o conceito de potencial biótico, assim como sua relação com a resistência ambiental.
Padrões de crescimento populacional no tempo. Fonte: Eu Quero Biologia.

Para o compreensão dos gráficos, entende-se que:

  • N representa o número de indivíduos da população;

  • K representa o tamanho máximo da população;

  • t representa o tempo.


O gráfico A representa o crescimento exponencial, no qual a população aumenta ao decorrer do tempo, sem nenhum tipo de limite. Já o gráfico B representa o crescimento logístico, no qual a população cresce rapidamente no início, desacelera em seguida e se mantém estável após um tempo; isso acontece porque o número de indivíduos (N) atinge o número máximo (K), de modo que os recursos disponíveis no ambiente possam suportá-los.


Esses modelos são utilizados para prever alguns fenômenos naturais que muitas vezes não podem ser compreendidos com estudos em campo. Por exemplo, os ecólogos muitas vezes realizam previsões com base em relações ecológicas, e a matemática aplicada nestas questões é fundamental para o entendimento dessas relações.

O que é Potencial Biótico e resistência ambiental?


Após compreendermos a dinâmica de populações e os modelos de crescimento populacional, temos uma base para que possamos estudar o que é potencial biótico, que nada mais é do que a capacidade das populações aumentarem o seu número de indivíduos nas condições ideais para o seu desenvolvimento.


O potencial biótico pode variar de espécie para espécie, podendo ser elevado para algumas e baixo para outras. No entanto, as populações estão sujeitas à ação conjunta dos fatores limitantes do crescimento.


Em outras palavras, a soma de todos os fatores que impedem uma população de se desenvolver na velocidade máxima (apresentando seu potencial biótico) é denominada resistência do meio ou resistência ambiental, no qual há a ação de predadores e competidores (por alimento, reprodução e território, por exemplo), da limitação de espaço e das condições climáticas.


Vamos imaginar uma porção de floresta que foi incendiada e agora está pronta para a recolonização por certas espécies; dessa maneira, haverá um aumento das populações nesse local. Entretanto, esse crescimento não será exponencial (sem limites, como observado no gráfico anterior), pois chegará um momento em que os recursos disponíveis atuarão como limitantes, promovendo uma resistência ao potencial biótico (crescimento das populações).


Nesse sentido, fatores como a ação de predadores e/ou competidores, a limitação de espaço e as condições climáticas, acabam limitando o potencial biótico dos organismos. Dessa forma, quando a resistência do meio equilibra o crescimento, a população se estabiliza.


Quer saber mais sobre assuntos de biologia? Visite nosso Instagram e consulte nossos posts. Confira, abaixo, alguns textos relacionados com Meio Ambiente:



Escrito por: Manoel Celestino de Pontes Filho (@manoelpontes_)

Revisado por: Mateus Bispo (@mateuwsss)


Como citar este texto:


PONTES FILHO, M. C.; BISPO, M. R. B. O que é Potencial Biótico?. Potencial Biótico. Disponível em: <https://www.potencialbiotico.com/post/potencialbiotico>. Acesso em:



Referências bibliográficas:


EU QUERO BIOLOGIA. Modelo de crescimento exponencial e logístico. Disponível em: <https://www.euquerobiologia.com.br/2014/03/existem-basicamente-dois-grandeshtml>. Acesso: 21/05/2021.


MONIZ, P. Dinâmica de Populações. Disponível em: Globo Educação <http://educacao.globo.com/biologia/assunto/ecologia/dinamica-de-populacoes.html>. Acesso: 21/05/2021.


REIS, A. C. D. Ecologia e Análises Ambientais. Porto Alegre: Grupo A, 2021. Disponível em: <https://integrada.minhabiblioteca.com.br/#/books/9786556900414/>. Acesso: 21 de maio de 2021.


RODRIGUES, M. A. Avaliação da chuva e banco de sementes em áreas de restinga, morfoecologia e potencial biótico de espécies ocorrentes nestes locais. Dissertação de mestrado. Universidade Estadual Paulista, Instituto de Biociências. 2006.



 

Manoel Pontes

Redator

Graduado em Ciências Biológicas (licenciatura) pela UFPB. Mestrando em Ecologia e Monitoramento Ambiental (PPGEMA/UFPB). Atua em atividades de ensino e extensão.


Aqui você encontra mais textos meus:


 

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page