top of page

Por que não haveria vida na Terra sem a camada de ozônio?

Atualizado: 19 de jan. de 2023

Sem a camada de ozônio a Terra deixaria de ter o seu filtro natural, sem esse filtro, as plantas e os fitoplânctons seriam afetadas diminuindo sua produtividade, o que reduz a emissão de oxigênio para o meio ambiente. Além disso, outros organismos também seriam impactados e a manutenção da vida na Terra estaria comprometida. Leia o texto e entenda como funciona a camada de ozônio e por que ela é indispensável.


Quer ir para alguma parte específica deste artigo? Basta clicar em qualquer um dos tópicos:




O que é a camada de ozônio e qual a sua função?


A camada de ozônio é constituída pelo gás ozônio(O3), que, quimicamente falando, é um gás bastante ativo que reage com outras substâncias. A camada de ozônio está localizada na Atmosfera, mais precisamente ocupando 90% na Estratosfera e 10% na Troposfera. Essa camada atua como um filtro natural que protege a vida na Terra. Sua função de filtro natural se deve as moléculas de ozônio que filtram o excesso de radiação vinda do sol: Raios Ultravioleta do tipo A (UV-A) e principalmente do tipos B (UV-B).


Se a camada de ozônio fosse inexistente a vida na Terra não seria possível. Sem o filtro, os raios solares danificam as proteínas do DNA de todos os seres vivos: humanos, plantas, animais e não podemos esquecer dos fungos, protozoários, algas, bactérias.



Fonte: Imagem adaptada pela autora



Você já pensou em produzir conteúdo para Internet? Escrevemos um E-book 100% gratuito com diversas ferramentas perfeitas para isso. Aproveite!



O que destrói a camada de ozônio?


Uma série de atividades humanas são responsáveis pela destruição da camada de ozônio. Em diferentes atividades, como a expansão do agronegócio, por exemplo, são utilizadas substâncias nocivas ao meio ambiente e à camada de Ozônio. Essas substâncias são chamadas halogenadas e possuem átomos de cloro (Cl), bromo (Br), flúor (F) ou dióxido de carbono (CO2).


A preocupação com o impacto das atividades humanas sobre o meio ambiente, juntamente com a necessidade de frear a destruição da camada de ozônio, levou líderes de diferentes nações a se reunirem na Áustria, em 1987, para a realização da Convenção de Viena para a proteção da camada de ozônio.


A Convenção de Viena teve o objetivo de elencar mecanismos de redução dos impactos e promoção da proteção da camada de ozônio e contribuiu para o surgimento do Protocolo de Montreal.


O Protocolo de Montreal é um tratado internacional que visa proteger a camada de ozônio, evitando e substituindo o uso de substâncias que a afetam. Desde que foi firmado, o Brasil e mais 197 países se comprometem a segui-lo.



Quais são as substâncias que o Protocolo de Montreal controla para proteger a camada de ozônio?


O Protocolo de Montreal dividiu as substâncias controladas em 7 famílias diferentes, visando proteger a camada de ozônio:


  • Clorofluorcarbonetos (CFCs); geralmente usados no setor de espumas, limpezas e solventes farmacêuticos.

  • Hidroclorofluorcarbonetos(HCFCs); usados em setores de refrigeração doméstica e comercial.

  • Halons; comumente usados em extintores de incêndio.

  • Brometo de metila; uso agrícola, esterilização de solos e proteção de mercadorias armazenadas.

  • Tetracloreto de carbono (CTC); um tipo de solvente para limpeza.

  • Metilclorofórmio; outro tipo de solvente para limpeza.

  • Hidrobromofluorcarbonetos (HBFCs), aerossóis e utilizado como agente de expansão de espuma.


Você pode acessar o site do Protocolo de Montreal para entender melhor o que são essas substâncias.



Como a destruição da camada de ozônio afeta os seres vivos?


De acordo com a literatura, ao longo das últimas décadas estamos observando a diminuição da proteção contra a radiação UV, devido ao surgimento de buracos na camada de ozônio. Porém, o que realmente tem acontecido, é que a camada de O₃ tem se tornado cada vez mais fina.


Essa radiação também vem afetando o crescimento das plantas e o fitoplâncton (algas microscópicas de grande importância para a dieta de animais marinhos)


Os seres vivos, por sua vez, são afetados de diferentes formas pela exposição à radiação UV. Algumas consequências dessa exposição são o envelhecimento precoce, danos à visão e alteração do DNA e mutações no código genético, entre outras.


O organismo, por si só, tenta contornar essa situação e até consegue consertar essas mutações. Contudo, o problema é que nem sempre obtemos sucesso nesses processos, e algumas vezes as células afetadas morrem, podendo desencadear um câncer.


Como já dito, 90% do ozônio se localiza na estratosfera, em uma cartilha sobre os impactos na saúde feita pelo site oficial do Protocolo de Montreal, consideram o ozônio localizado na estratosfera como “ozônio bom” e os 10% encontrados na troposfera como “ozônio ruim”. Isso porque, o ozônio presente na troposfera é formado por substâncias poluentes que afetam os tecidos pulmonares, causando problemas respiratórios e afeta também as plantas.


Fizemos para você um kit de slides gratuito que deixarão as suas aulas ainda mais interessantes. Aproveite!


Como podemos preservar a camada de ozônio?


Uma maneira simples de preservar a camada de ozônio é separar o lixo corretamente, não utilizar aerossóis, não realizar queimadas, aumentar o uso de bicicletas e transportes públicos, diminuindo a pegada de carbono, realizar manutenção em eletrodomésticos, como geladeira e ar condicionado, para evitar que liberarem CFCs.


Todas essas atitudes combinadas a ações de grandes empresas e ações governamentais podem contribuir com a proteção da camada de ozônio.



Se você se preocupa com o meio ambiente e gostaria de saber como anda sua pegada ecológica, clique aqui e faça o cálculo da sua pegada.


Como aplicar o tema sobre a importância da camada de ozônio em sala de aula?


Você, professor, pode aplicar o tema deste artigo de modo didático, seguindo as habilidades da BNCC:

(EF07CI14) Justificar a importância da camada de ozônio para a vida na Terra, identificando os fatores que aumentam ou diminuem sua presença na atmosfera, e discutir propostas individuais e coletivas para sua preservação


Esse tema exige o conhecimento de alguns conceitos sobre o tema. Aconselhamos que você, professor, faça uma análise de conhecimento com seus alunos para saber o nível de aprendizagem sobre o tema.


Esses testes podem se dar através de perguntas orais para a turma, o que torna a aula mais interativa entre aluno e professor, ou mesmo, pode avaliar o conhecimento através de questionários escritos.


Após esse momento, conceitue e exemplifique o que é a camada de ozônio, fazendo desenhos esquemáticos de fixação e explicando o conteúdo dando exemplos de situações cotidianas que podem prejudicar a camada de ozônio .


Abaixo temos 3 links de conteúdos complementares: Neste link você terá acesso a uma cartilha produzida pelo Ministério do Meio Ambiente sobre Ações Brasileiras para a proteção da camada de ozônio. A página 47-48 possui exemplos das mudanças sobre as ações de consumo comum do cotidiano.



No vídeo Buraco na Camada de Ozônio, você professor pode trabalhar diversos temas além do tema camada de ozônio, é um vídeo de 10 minutos com muito conteúdo explicativo, vale a pena passar para seus alunos



No vídeo “E se a camada de ozônio desaparecesse?” possui um intuito de concientizar de demonstrar o que aconteceria se a camada de ozônio desaparecesse e reflete a necessidade de preservá-la



Após a explicação do conteúdo faça um teste com algumas perguntas chaves e compare algumas respostas antes e depois da explicação junto com os alunos. Discuta com eles como podem contribuir para proteger a camada de ozônio.


Como citar este texto?

GUEDES, E.A.O.; BADARI, J.C. Por que não haveria vida na Terra sem a camada de ozônio? . Potencial Biótico. Disponível em: <https://www.potencialbiotico.com/post/camadadeozonio>. Acesso: xx/xx/xxxx.



Escrito por: Erika Guedes (@erikaguedesz)

Revisado por: Juliana Cuoco Badari (@jujubadari)


Referências:


Nasa ozone watch. Diponível em:<https://ozonewatch.gsfc.nasa.gov/> Acesso em: 09 de set. de 2022 MMA. Ministério do Meio Ambiente. Camada de ozônio. Diponível em: <https://www.gov.br/mma/pt-br/assuntos/climaozoniodesertificacao/ozonio> Acesso em: 10 de set. de 2022

MMA. Ministério do Meio Ambiente. Ações brasileiras para a proteção da camada de ozônio. Disponível em: <https://www.gov.br/mma/pt-br/assuntos/climaozoniodesertificacao/protecao_camada_ozonio_acoes_brasileiras.pdf/view> Acesso em : 10 de set. de 2022.


Laganke, A. Camada de ozônio: Conservação. Instituto de Biologia. USP. Disponível em<http://ecologia.ib.usp.br/lepac/conservacao/ensino/des_ozonio.htm> Acesso em: 10 de set. de 2022



PNUD. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento. Por que a destruição do ozônio representa uma ameaça à saúde humana e ao meio ambiente? Disponível em<http://www.protocolodemontreal.org.br/eficiente/sites/protocolodemontreal.org.br/pt-br/site.php?secao=perguntaserespostas&pub=135. > Acesso em 11 de Set. de 2022


PNUD. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento. Sobre o protocolo de Montreal. Disponível em <https://www.protocolodemontreal.org.br/site/quem-somos/protocolo-de-montreal/sobre-o-protocolo-de-montreal> Acesso em 11 de Set. de 2022.



Posts recentes

Ver tudo

Kommentare


bottom of page