top of page

Você realmente sabe qual a importância da vacina?

Atualizado: 13 de set. de 2022

A importância da vacina está em combater patologias graves e que não possuem cura através da medicação convencional, mas que podem ser prevenidas dando ao sistema imunológico um preparo para combater infecções por vírus ou bactérias que venham a infectar o organismo. Dessa forma, evitam que ocorram complicações e que essas doenças se agravem. Esclarecemos como milhares de vidas são salvas por ano através das vacinas e de pessoas que se vacinam.

Quer ir para alguma parte específica deste artigo? Basta clicar em qualquer um dos tópicos:


Entender os conceitos dentro da biologia são muito importantes para os alunos. Confira nosso glossário COMPLETO da biologia com centenas de termos.

Antes de saber a importância da vacina você precisa saber o que elas são, né? Entenda abaixo:


O que é a vacina?


A palavra vacina vem da palavra “vacca”, mas como assim? O que a vaca tem a ver com isso? Tem a ver com o contexto histórico em torno da criação da primeira vacina, que era um tanto quanto parecida com os métodos atuais.

A vacina é uma forma de imunização contra bactérias, vírus e agora protozoários. A vacina foi criada no século XVIII pelo médico Edward Jenner para combater a varíola, que na época estava ameaçando a humanidade.


Edward aplicou a vacina da varíola bovina em um menino chamado James Phipps, após perceber que pessoas não contraiam a varíola após contraírem cowpox, uma doença parecida com a varíola humana.


Após aplicar uma pequena dose de varíola bovina em James, Dr. Jenner observou que o menino ficou adoentado. Logo após se recuperar, Edward aplicou a varíola humana e James não contraiu a doença. Curioso né?


Segundo a Fundação Oswaldo Cruz: “As vacinas são substâncias biológicas introduzidas nos corpos das pessoas a fim de protegê-las de doenças. Na prática, elas ativam o sistema imunológico, "ensinando" nosso organismo a reconhecer e combater vírus e bactérias em futuras infecções”.


As vacinas podem ser injetadas, inaladas ou ingeridas. Após receber a substância biológica o próprio organismo é estimulado a produzir anticorpos contra o patógeno sem que a pessoa adoeça.


Como assim substâncias biológicas?


Essas substâncias podem ser o próprio agente infeccioso (Calma!) podendo o vírus ou a bactéria estarem inativos (mortos), atenuados (enfraquecidos) ou subunidades (fragmento do patógeno). Cada tipo de substância biológica classifica o tipo de vacina, falaremos um pouco sobre cada uma.


Quais são os tipos de vacina existentes?


Vacinas inativadas


Possui como substância biológica o agente infeccioso morto, fazendo com que o sistema imunológico reconheça o antígeno e produza anticorpos contra aquela doença. Por ser feita com o agente infeccioso morto, essa vacina pode ser menos duradoura e, por conta disso, são necessárias outras doses. Ex.: Vacina contra gripe e vacina contra Hepatite A.


Vacinas Atenuadas


Possui o vírus ou bactéria enfraquecidos, passados por um processo para enfraquecer antes de injetar a imunização. O vírus pode se replicar, mas de maneira lenta e por isso não causa danos. Ex.: Vacina contra o Sarampo.


Esse tipo de vacina precisa de uma atenção dos imunossuprimidos, abaixo te explicarei o porquê.


Vacinas de subunidades


São fragmentos do agente infeccioso, é um sistema que faz enganar o organismo, fazendo com que ele reaja achando que realmente seja o vírus. Como só tem fragmentos do vírus, não causam a doença. A desvantagem desse método é que precisa de doses de reforço, porque a capacidade de gerar células de memória dessa técnica é menor. Ex.: 2 das vacinas contra a Covid-19, a Pfizer e a Moderna.


Por que a vacina BCG gera marquinha? Te respondemos com um reels, no nosso perfil do Instagram!


Diante do atual momento histórico que estamos vivendo, que é a pandemia do coronavírus, talvez a palavra vacina seja uma das mais pesquisadas nos últimos tempos.


Infelizmente a cobertura vacinal vem declinando, muitas pessoas estão deixando de se vacinar ou vacinar seus filhos contra a Covid-19 e outras doenças por causa das fake news que envolvem as vacinas.

Para evitar esse tipo de situação alguns sites como o Instituto Butantan e o da Pfizer criaram páginas divulgando para a população o que é fato ou fake, para evitar esse tipo de disseminação.


O que é cobertura vacinal?


A cobertura vacinal é um cálculo que serve para orientar quanto a população precisa se vacinar para completar a imunização do país ou até mesmo de um determinado público.


É representada no cálculo em forma de porcentagem:


Cobertura vacinal = Nº de doses necessárias aplicadas x 100 público - alvo


Conforme as necessidades epidemiológicas de cada local e as idades do público, é montado um calendário de vacinação. Após isso são definidas as metas de vacinação, tudo feito pelo programa Programa Nacional de Imunização (PNI) por meio do Sistema Único de Saúde (SUS).


De acordo com o CLP (Centro de Liderança Pública) o sarampo (Vacina tetra viral SRC+VZ) tinha sido erradicado em 2016, porém a ONU (Organização das Nações Unidas) mostrou que o país voltou a apresentar surtos após uma queda na cobertura vacinal que em 2020 chegou a apenas 20,27%.


Segundo o Sistema de Informação do Programa Nacional de Imunizações (SI-PNI/CGPNI/DEIDT/SVS/MS) em 2021 a cobertura de imunização da vacina Tetra viral SRC+VZ diminuiu bastante. Segue as imagens:


Imagem de um gráfico com o título Cobertura de imunizações no Brasil no ano de 2021. O Gráfico demonstra que Segundo  o Sistema de Informação do Programa Nacional de Imunizações em 2021, a cobertura de imunização da vacina Tetra viral (SRC+VZ) diminuiu bastante comparado as outras 9 vacinas representadas no gráfico.
Fonte: Sistema de Informação do Programa Nacional de Imunizações (SI-PNI/CGPNI/DEIDT/SVS/MS)


Imagem de uma tabela que demostra 19 imunizantes e porcentagem da cobertura vacinal de cada um. A vacina Tetra viral (SRC+VZ) possui a menor porcentagem de apenas 5,71%.
Fonte: Sistema de Informação do Programa Nacional de Imunizações (SI-PNI/CGPNI/DEIDT/SVS/MS)


A Fundação Oswaldo Cruz, publicou em seu site que a varíola e a poliomielite (paralisia infantil) foram erradicadas do Brasil.


A importância em ter esse tipo de controle é saber o quanto da população já atingiu a imunização contra determinada doença ou quantas pessoas ainda precisam se vacinar para que essa doença possa ser erradicada, pois algumas dessas doenças não têm cura e nem todas as pessoas podem ser vacinadas.


Qual é o grupo de pessoas que é contraindicada a vacinação?


Sobre qualquer tipo de vacina, o que se tem a dizer é: Qualquer pessoa que possua histórico de alergia ou reação a algum componente de qualquer vacina é contra indicado a vacinação.


Além disso, há uma limitação nas vacinas atenuadas, isso acontece pelo tipo de método que é usado. Por possuir vírus ou bactérias enfraquecidas, esse tipo de vacina é contraindicada para pessoas imunossuprimidas.


Dado que o vírus ainda está enfraquecido, mas pode se replicar lentamente, não é recomendado correr o risco.


A importância da vacina não diz respeito somente à imunização individual, mas a todos, que podem se vacinar. Se vacinando você salva sua vida e a vida de milhares de outras pessoas. A vacinação é um pacto coletivo.


Sobre a Covid-19: Devo me vacinar? Acesso nosso perfil do Instagram para saber a resposta!


Como aplicar em sala de aula?


Preparamos esse tópico para auxiliar você, professor, a trabalhar a importância da vacina em sala de aula, com habilidades que colaborem na argumentação sobre o tema, usando o presente texto como material de apoio e com base na BNCC (Base Nacional Comum Curricular) sobre o tema vida e evolução.


Com o objetivo de conhecimento em diversidade de ecossistemas; fenômenos naturais e impactos ambientais; programas e indicadores de saúde pública

nós indicamos uma das habilidades:


Ensino Fundamental:


(EF07CI10) “Argumentar sobre a importância da vacinação para a saúde pública, com base em informações sobre a maneira como a vacina atua no organismo e o papel histórico da vacinação para a manutenção da saúde individual e coletiva e para a erradicação de doenças.”


(EF04CI08) “Propor, a partir do conhecimento das formas de transmissão de alguns microrganismos (vírus, bactérias e protozoários), atitudes e medidas adequadas para prevenção de doenças a eles associadas.”


Indicamos como apoio didático em relação a seção tipos de vacina uma série publicada e feita pelo Programa Luz Câmera & Ciência da USP, em seu canal do Youtube com apenas 4 vídeos de no máximo 5 minutos cada, explicando de uma forma bem didática.


O Potencial Biótico também recomenda a aplicação de um jogo para desenvolver a habilidade de argumentar sobre a importância da vacinação. Abaixo te explicamos como aplicar.


O Jogo é a simulação de um programa apresentado por Christina Rocha, Casos de Família, que possui a psicóloga Anahy D’Amico, que analisa o caso e argumenta, aconselhando mudanças de hábito e uma plateia que também pode dar opiniões.



Fonte: Site oficial Sbt


O programa é muito conhecido entre os brasileiros por apresentar conflitos do cotidiano entre família, vizinhos e pessoas próximas.


O jogo começa após decidir quem faz o papel da psicóloga (podem ser grupos), quais são as pessoas da família, a plateia, aconselhamos uma pessoa para representar a Christina Rocha para entender melhor os casos, podendo ser o(a) professor(a). Pode ser um ou mais casos parecidos, com o tema:


Casos de família: “Ela disse que se eu não me vacinar eu vou dormir na rua”.


O jogo possui um objetivo instigar o aluno a argumentar sobre o tema, com conhecimentos adquiridos após as aulas.


Deixe um comentário abaixo nos informando como foi essa experiência! Gostaríamos muito de saber!


Fizemos para você um kit de slides gratuito com o tema imunologia que deixarão as suas aulas ainda mais interessantes. Aproveite!



Escrito por: Erika Guedes (@erikaguedesz)

Revisado por: Juliana Cuoco Badari (@jujubadari)



Como citar este texto:


GUEDES, E. A. O.; BADARI, J. C. Você realmente sabe qual a importância da vacina?. Potencial Biótico. Disponível em: <https://www.potencialbiotico.com/post/importanciadavacina>. Acesso em:


Referências:


BIO-MANGUINHOS/FIOCRUZ, 2016. Vacinas: as origens, a importância e os novos debates sobre seu uso. Disponível em: https://www.bio.fiocruz.br/index.php/br/noticias/1263-vacinas-as-origens-a-importancia-e-os-novos-debates-sobre-seuuso?showall=1&limitstart= . Acesso em: 11 abr. 2022


PFIZER, 2019. A importância da vacina em todas as idades. Disponível em: https://www.pfizer.com.br/noticias/ultimas-noticias/importancia-da-vacinacao . Acesso em 11 abr. 2022



LUZ CÂMERA E CIÊNCIA USP, 2020. Série Vacina. Youtube, mar. 2021. Disponível em: https://www.youtube.com/playlist?list=PL4U_MIG-ZcRLFf5JOre146uzUiesIa1v1 Acesso em 14 abr. 2022


BOZZETO, M. Cobertura vacinal: o que é, como está e por que é tão importante?. CLP Centro de Liderança Publica, 2021. Disponível em: https://www.clp.org.br/cobertura-vacinal-o-que-e-como-esta-e-por-que-e-tao-importante/ Acesso em: 15 abr. de 2022


LUZ; K.R.; SOUZA, D.C.C.; SICONELLI, R.M.. Vacinação em pacientes imunossuprimidos e com doenças reumatológicas auto-imunes. Rev Bras Reumatol, v. 47, n.2, p. 106-113, 2007.


SBT. Sobre o programa: Casos de Família. Disponível em:


WHO. World Health Organization. Vacina da Pfizer BioNTech contra a COVID-19: Aquilo que precisa de saber, 2022. Disponível em:


INSTITUTO BUTANTAN. Imunização, uma descoberta da ciência que vem salvando vidas desde o século XVIII. 2021. Disponível em:


BNCC. Base Nacional Comum Curricular. 4.3.1.2. Ciências no ensino fundamental – anos finais: unidades temáticas, objetos de conhecimento e habilidades. Disponível em:


DATASUS. TabNet. Dados sobre cobertura de imunizações no Brasil. Disponível em: https://datasus.saude.gov.br/informacoes-de-saude-tabnet/ . Acesso em: 19 de abr. 2022


Pesquisadores da UEL desenvolvem vacina pioneira contra toxoplasmose suína. Agência estadual de notícias do governo do estado do Paraná. Paraná, 20 fev. de 2022. Acesso em: 01 mai. 2022. Disponível em: https://www.aen.pr.gov.br/Noticia/Pesquisadores-da-UEL-desenvolvem-vacina-pioneira-contra-toxoplasmose-suina

73 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page