top of page

O que é a cárie dentária e como ela é causada?

Atualizado: 1 de abr. de 2022

A cárie dentária é uma doença causada principalmente pela bactéria Streptococcus mutans, pois produz um ácido capaz de desmineralizar os dentes. Existem outros fatores que agravam a cárie como hábitos do hospedeiro, tempo e tipo de alimentação. Continue lendo o post para entender todos os detalhes.

Você já pensou em produzir conteúdo para Internet? Escrevemos um E-book 100% gratuito com diversas ferramentas perfeitas para isso. Aproveite!


Basta clicar em qualquer tópico e ir para a parte que você deseja:


O que é a cárie dentária?


A cárie dentária é uma doença que progride de forma lenta na maioria dos indivíduos, e se não tratada provoca a destruição da estrutura dentária. A bactéria Streptococcus mutans é a principal causadora!


Entender os conceitos dentro da biologia são muito importantes para os alunos. Confira nosso glossário COMPLETO da biologia com centenas de termos.


O que a cárie causa aos dentes?


Ela produz um ácido capaz de desmineralizar (perda dos minerais, no caso do dente, principalmente o cálcio) o esmalte dentário.


O esmalte localiza-se externamente e tem um papel fundamental na proteção do dente.


Quais as causas da cárie no dente?

A cárie dentária é uma doença causada por vários fatores. Alguns fatores que causam a cárie dentária são:

  • Hospedeiro

  • Microrganismos

  • Tempo

  • Alimentação


Determinantes para formação da cárie dentária

1. Hospedeiro


O dente é o local onde a doença se manifesta e algumas condições dos elementos dentários os tornam mais suscetíveis à doença cárie. Quais seriam elas?


Um exemplo, são os dentes posteriores que possuem saliências e reentrâncias (forma curva para dentro) que dificultam a limpeza.


A saliva possui características importantes no combate à cárie dentária.

  • Função de autolavagem e limpeza das superfícies dentárias

  • Presença de componentes que neutralizam os ácidos produzidos pelos microrganismos cariogênicos (que causam cárie).

  • Ação antibacteriana, pois contém proteínas que atuam contra os microrganismos cariogênicos.


2. Microrganismos:


A cavidade bucal possui inúmeras espécies de microrganismos. Apesar da diversidade microbiana, poucas espécies estão relacionadas à doença cárie dentária.


As espécies Streptococcus mutans, Streptococcus sobrinus e Lactobacillus, são bactérias que possuem as características específicas para participar do processo da doença.


São capazes de produzir ácidos a partir da fermentação dos carboidratos da dieta (que a pessoa consome) e de sobreviver em meio ácido.


Outra característica é a capacidade de adesão às estruturas dentárias.


3. Alimentação:


A dieta exerce, principalmente, um efeito tópico na etiologia da doença, ou seja, sem a sua presença, não há desenvolvimento da doença, pois os microrganismos cariogênicos necessitam da energia proveniente da sua fermentação para sobreviver.


A frequência (constante ingestão) e a consistência dos carboidratos também interferem no desenvolvimento da doença.


Por exemplo, o açúcar consumido entre as refeições e a sua textura favorecem a retenção na cavidade bucal. As balas possuem uma consistência pegajosa e um tipo de carboidrato mais facilmente fermentável.


4. Tempo


Os três fatores citados anteriormente, quando associados, necessitam de um período de tempo para favorecer o desenvolvimento da doença.


Calma! Caso você coma uma bala hoje, não significa que amanhã vai acordar com cárie. Ela não surge da noite para o dia!


O tempo entre as higienizações bucais é um fator muito importante, pois o tempo que o microrganismo está no hospedeiro causando a desmineralização do dente.


Fatores socioeconômicos


Além dos fatores determinantes (citados anteriormente), existem fatores modificadores que podem influenciar diretamente no desenvolvimento da doença, como fatores sociais, econômicos e comportamentais.


Diversos estudos já demonstraram que as diferenças nos níveis de saúde podem ser explicadas pelas diferenças socioeconômicas.


Portanto, o acesso à informação e à saúde básica de qualidade pelos cidadãos é de extrema importância no combate à cárie dentária.


Resumindo…


A cárie é uma doença causada por microrganismos, sendo a bactéria Streptococcus mutans a principal causadora.


Ela produz ácidos que retiram os minerais do esmalte (estrutura que protege o dente) e destroem a estrutura dentária.


A cárie dentária apresenta vários fatores determinantes (micro-organismo, hospedeiro, alimentação e tempo) e modificadores (sociais, econômicos e comportamentais) que, quando associados, permitem o desenvolvimento da doença.


Fizemos para você um kit de slides gratuito que deixarão as suas aulas ainda mais interessantes. Aproveite!


Abordando a cárie na sala de aula


Falar sobre higiene pessoal como um todo é um assunto muito importante para se tratar com os alunos, principalmente com as crianças, que ainda estão em processo de formação e podem não compreender a importância desses hábitos.


Por isso é importante explicar o processo e o porquê desse hábito. É sugerível mostrar para os alunos o modo ideal de escovar os dentes e passar fio dental, a quantidade de vezes e como a alimentação interfere na cárie.


Pode-se colocar um vídeo interativo para as crianças, o que vai prender a atenção delas e ao mesmo ensiná-las. E com os adolescentes, fazer uma roda de conversa, por exemplo.


Baseado na BNCC (Base Nacional Comum Curricular) abaixo estão as habilidades que podem ser trabalhadas nesse tema, para ajudar na preparação da aula.


Ensino fundamental:


(EF01CI03) Discutir as razões pelas quais os hábitos de higiene do corpo (lavar as mãos antes de comer, escovar os dentes, limpar os olhos, o nariz e as orelhas etc.) são necessários para a manutenção da saúde.



(EF04CI08) Propor, a partir do conhecimento das formas de transmissão de alguns microrganismos (vírus, bactérias e protozoários), atitudes e medidas adequadas para prevenção de doenças a eles associadas.



Ensino médio:


(EM13CNT207) Identificar, analisar e discutir vulnerabilidades vinculadas às vivências e aos desafios contemporâneos aos quais as juventudes estão expostas, considerando os aspectos físico, psicoemocional e social, a fim de desenvolver e divulgar ações de prevenção e de promoção da saúde e do bem-estar.


(EM13CNT310) Investigar e analisar os efeitos de programas de infraestrutura e demais serviços básicos (saneamento, energia elétrica, transporte, telecomunicações, cobertura vacinal, atendimento primário à saúde e produção de alimentos, entre outros) e identificar necessidades locais e/ou regionais em relação a esses serviços, a fim de avaliar e/ou promover ações que contribuam para a melhoria na qualidade de vida e nas condições de saúde da população.



Leiam mais sobre cárie e a Streptococcus mutans no site da UFPB.


Confira também este vídeo de como tratar a cárie.


Para mais informações sobre saúde, biologia, meio ambiente e educação acesse nosso Instagram.



Escrito por: Júlia Quintaneiro

Revisado por: Camila Neves e Nicolas Nathan



Referências bibliográficas:


CERQUEIRA, D. F. Etiologia e epidemiologia da cárie dentária. Universidade Aberta do SUS. Disponível em: <https://unasus.unifesp.br/biblioteca_virtual/pab/1/unidades_casos_complexos/unidade27/unidade27_ft_etiologia.pdf>. Acessado em 29/07/2020.


LIMA, J. E. O. Cárie dentária: um novo conceito. Rev. Dent. Press Ortodon. Ortop. Facial, Maringá , v. 12, n. 6, p. 119-130, Dec. 2007 . Disponível em: <https://www.scielo.br/pdf/dpress/v12n6/a12v12n6>. Acessado em 29/07/2020.

1.841 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page