top of page

Cogumelo é vegetal?

Atualizado: 18 de set. de 2022

O cogumelo não é um vegetal, mas sim um fungo. Os fungos, na verdade, são mais próximos dos animais do que dos vegetais. O cogumelo é um estrutura que um grupo de fungos forma com a função de espalhar seus esporos, que gerarão novos indivíduos da espécie.

Quer ir para alguma parte específica deste artigo? Basta clicar em qualquer um dos tópicos:


Você já pensou em produzir conteúdo para Internet? Escrevemos um E-book 100% gratuito com diversas ferramentas perfeitas para isso. Aproveite!


Onde estão os cogumelos?


Nós os vemos em jardins, florestas, bosques, pântanos. Muitas vezes, depois de algum tempo, naquele cantinho úmido, eles começam a aparecer. Ou talvez, no seu prato, no meio da salada, no molho da carne ou até mesmo quase inteiro, recheado com queijo. Também os vemos sendo usados como casas pelos simpáticos e azuis Smurfs.


Se pararmos para pensar, veremos que os cogumelos estão bem presentes na nossa vida. Porém, é possível que estejamos acostumados a ver cogumelos somente em nossos pratos de comidas ou em representações midiáticas, e acabamos por separá-los da natureza. No entanto, eles são parte de organismos muito diversos, encontrados praticamente por toda a natureza.

Fizemos para você um kit de slides gratuito que deixarão as suas aulas ainda mais interessantes. Aproveite!


Afinal, cogumelo é vegetal?


A resposta para esta pergunta é simples: não! O cogumelo não é vegetal, ele é um fungo, ou, em outras palavras, pertence ao Reino Fungi, um dos cinco reinos que dividem todos os seres-vivos (sendo os outros reinos: Animal, Vegetal, Protista e Monera).


Na verdade, fungos estão mais próximos de nós, animais, na história evolutiva do que das plantas. É como se as plantas fossem parentes bem mais distantes dos fungos do que nós, na grande família dos seres-vivos.


Analisando dados genéticos de fungos, animais e plantas, pode-se constatar diversas evidências desta relação entre fungos e animais.


Além destas informações genéticas, podemos observar algumas características comuns nossas e dos fungos, como por exemplo:


  • A síntese de queratina, proteína que, nos humanos, forma as unhas e cabelos;


  • A heterotrofia, a necessidade de buscar nutrientes em outros seres-vivos, ao contrário das plantas, autótrofas, que produzem seu próprio alimentos através do processo da fotossíntese;


  • A reserva de energia principal é de glicogênio, enquanto as plantas utilizam amido.


Se todos os cogumelos são fungos, todos os fungos são cogumelos?



Não exatamente! Nem todo fungo forma cogumelo. O cogumelo é uma estrutura formada por fungos de um grupo (filo) chamado Basidiomycota, cuja principal característica é a presença de uma estrutura chamada “basidiocarpo” - o cogumelo!



Três tipos de cogumelos são mostrados. Na parte superior direita, um cogumelo vermelho com bolas brancas, na direita, cogumelos "prateleira" brancos em um tronco de árvore e, na parte inferior, diversos cogumelos pequenos e marrons
Diversos tipos de cogumelos (modificado de Pixbay)

Um fungo basidiomycota é basicamente composto por duas partes, uma abaixo da terra e outra para fora.


A parte que fica “escondida”, é chamada de micélio, um conjunto de filamentos que sustenta o fungo e absorve nutrientes. Já a parte que fica visível para nós é o cogumelo, uma estrutura formada para a reprodução de alguns fungos.


Impacto dos fungos no meio ambiente


Falando em fungos, você sabia que eles desempenham um papel ecológico super importante? Há várias espécies que atuam no ciclo da decomposição de matéria orgânica. Ajudando a “reciclar” nutrientes e contribuindo no funcionamento dos ciclos nos ecossistemas.

Para conhecer mais sobre o processo de decomposição, leia nosso texto:

Além de serem grandes “recicladores”, os fungos podem nos ajudar em outras questões ambientais. Confira abaixo algumas delas:

O grande descarte de resíduos plásticos constitui em um dos maiores problemas ambientais da atualidade. A OCDE (Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico) salientou que apenas 9% das 353 milhões de toneladas de resíduos plásticos gerados no mundo foram reciclados em 2019.

Sendo que estes resíduos não reciclados acabaram sendo incinerados, depositados em aterros sanitários controlados ou ilegais, ou abandonados na natureza. Resultando em impactos como poluição (terrestre e aquática) e geração de gases do efeito estufa.

Mas o que os cogumelos (e outros fungos) têm haver com o plástico? Primeiramente, cientistas descobriram em 2011 que uma espécie amazônica de fungo era capaz de “comer” plástico. A espécie Pestalotiopsis microspora é capaz de produzir uma enzima que degrada (digere) alguns compostos plásticos.

Isto é, o fungo é capaz de se alimentar do plástico ao digerir as moléculas plásticas! Essa descoberta possibilita aplicações ambientais de biorremediação, ou seja, descontaminar e restaurar áreas poluídas por plástico. Clique aqui e veja a pesquisa na íntegra.

Outra aplicação ambiental feita a partir dos fungos, foi o bioplástico ou “plástico de cogumelos”. Esse material 100% compostável (biodegradável) foi desenvolvido pela empresa estadunidense Ecovative Design, visando substituir o plástico por outro material mais sustentável e de baixo custo, para ser utilizado em isolamentos e embalagens.

Basicamente, o bioplástico é feito do micélio de fungos que cresceram dentro de moldes específicos, enquanto, se alimentavam de de resíduos agrícolas (como cascas de sementes). Logo, o processo não só resulta em um material mais sustentável, como ajuda na reciclagem de resíduos oriundos da agricultura.

Para saber mais sobre esta invenção, recomendamos o seguinte vídeo (legenda disponível em português):



Para você professor


Para auxiliar você professor a planejar sua aula, damos exemplos de experimentos relacionados a fungos e habilidades que podem ser desenvolvidas com seus alunos baseando-se na BNCC (Base Nacional Comum Curricular), a partir do uso deste texto como material de apoio.


Com os objetivos de promover o conhecimento acerca da biodiversidade de organismos, impactos ambientais, ação microbiana, educação ambiental e processos biológicos, nós indicamos algumas das seguintes habilidades:


Ensino fundamental:


(EF04CI06) “Relacionar a participação de fungos e bactérias no processo de decomposição, reconhecendo a importância ambiental desse processo”.


(EF09CI13) “Propor iniciativas individuais e coletivas para a solução de problemas ambientais da cidade ou da comunidade, com base na análise de ações de consumo consciente e de sustentabilidade bem-sucedidas”.


Ensino médio:


(EM13CNT203) “Avaliar e prever efeitos de intervenções nos ecossistemas, e seus impactos nos seres vivos e no corpo humano, com base nos mecanismos de manutenção da vida, nos ciclos da matéria e nas transformações e transferências de energia, utilizando representações e simulações sobre tais fatores, com ou sem o uso de dispositivos e aplicativos digitais”.


(EM13CNT206) “Discutir a importância da preservação e conservação da biodiversidade, considerando parâmetros qualitativos e quantitativos, e avaliar os efeitos da ação humana e das políticas ambientais para a garantia da sustentabilidade do planeta”.


Para auxiliar em suas aulas, indicamos a seguinte monografia que traz exemplos e sugestões de como abordar os fungos em sala de aula: “Uma sequência didática sobre fungos”.


Se quiser saber mais sobre outros seres-vivos, venha conhecer nosso Instagram e dar uma olhada em outros de nossos posts:



Escrito por: Eduardo Gastal

Revisado por: Nicolas Nathan dos Santos



Como citar este texto:


GASTAL, E. R. S..; SANTOS, N. N. Cogumelo é vegetal?. Potencial Biótico. Disponível em: <https://www.potencialbiotico.com/post/cogumeloevegeta>. Acesso em:


Referências:

BALDAUF, S.L. & PALMER, J.D. Animals and fungi are each other's closest relatives: Congruent evidence from multiple proteins. Proc. Natl. Acad Sci., EUA, Vol. 90, pp. 11558-11562, Dezembro, 1993. Disponível em: <https://www.pnas.org/content/pnas/90/24/11558.full.pdf>. Acesso em: 13 de maio de 2021.

BERG, E. van den. Habitantes de outro reino que não são plantas nem animais. National Geographic Portugal. Disponível em: <https://nationalgeographic.pt/natureza/grandes-reportagens/409-habitantes-de-outro-reino>. Acesso em: 13 de maio de 2021.

CAVALIER-SMITH, T. What are Fungi?. In: McLaughlin D.J., McLaughlin E.G., Lemke P.A. (eds) Systematics and Evolution. The Mycota (A Comprehensive Treatise on Fungi as Experimental Systems for Basic and Applied Research). Vol. 7A. Berlin:Springer, Berlin, Heidelberg, 2001.

PORTAL AMAZÔNIA. Conheça o fungo amazônico que come plástico. Portal Amazônia. 2021. Disponível em: <https://portalamazonia.com/amazonia/voce-sabia-que-existe-um-fungo-amazonico-que-come-plastico-conheca>. Acesso em: 05 de setembro de 2022.

RECICLA SAMPA. Apenas 9 % do plástico produzido no mundo é reciclado. Recicla Sampa. 2022. Disponível em: <https://www.reciclasampa.com.br/artigo/apenas-9--do-plastico-produzido-no-mundo-e-reciclado>. Acesso em: 05 de setembro de 2022.





1.376 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page